Consequências ao nível da saúde

A MGF acarreta graves consequências uro-ginecológicas, obstétricas, sexuais e psicológicas para as meninas e mulheres. Não raras vezes, é feita com recurso a instrumentos de corte inapropriados (faca, tesoura, pedaço de vidro, navalha), não esterilizados e geralmente sem anestesia.

Qualquer profissional de saúde envolvido/a na prática da MGF viola o quadro deontológico.

Consequências Físicas da MGF

- Dor intensa devido ao corte de terminações nervosas e de tecido genital;
- Sangramento excessivo e choque séptico;
- Dificuldades na eliminação de urina ou fezes;
- Infecções várias;
- Dor crónica;
- Aumento da prevalência de herpes genital;
- Maior vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o VIH/SIDA;
- Complicações no parto, incluindo parto mais demorado, obstruído e fístulas obstétricas;
- Diminuição da qualidade de vida sexual;
- Morte causada por hemorragia ou infecções diversas, incluindo tétano e septicemia.

Consequências Psicológicas da MGF

- Medo/receio de ter relações sexuais;
- Síndrome de stress pós-traumático;
- Ansiedade, depressão e perda de memória;
- Perturbações psicossomáticas com quadros de sintomatologia como insónia, pesadelos, perda de apetite, perda de peso ou ganho de peso excessivo, pânico, dificuldades de concentração e aprendizagem e outros sintomas de stress pós-traumático.

ISI no Facebook